• Tradução do Novo Mundo com Referências
  • 1A O nome divino nas Escrituras Hebraicas

1A O nome divino nas Escrituras Hebraicas

Hebr.: יהוה (YHWH)

“Jeová” (hebr.: יהוה, YHWH), o nome pessoal de Deus, ocorre pela primeira vez em Gên 2:4. O nome divino é um verbo, é a forma causativa, no imperfeito, do verbo hebraico הוה (ha·wáh, “vir a ser; tornar-se”). Portanto, o nome divino significa “Ele Causa que Venha a Ser”. Isto revela que Jeová é Aquele que, com ação progressiva, faz com que ele venha a ser o Cumpridor de promessas, Aquele que sempre leva seus propósitos à realização. Veja Gên 2:4 n.: “Jeová”; Ap. 3C. Compare isso com Êx 3:14 n.

A maior indignidade que modernos tradutores causam ao Autor divino das Escrituras Sagradas é a eliminação ou o ocultamento deste seu peculiar nome pessoal. Na realidade, seu nome ocorre no texto hebraico 6.828 vezes como יהוה (YHWH ou JHVH [IHVH]), geralmente chamado de Tetragrama (que significa literalmente “de quatro letras”). Por usarmos o nome “Jeová”, apegamo-nos de perto aos textos da língua original e não seguimos a prática de substituir o nome divino, o Tetragrama, por títulos tais como “Senhor”, “o Senhor”, “Adonai” ou “Deus”.

Hoje em dia, à parte de alguns poucos fragmentos da primitiva Septuaginta ou Versão dos Setenta grega, na qual se preserva o nome sagrado em hebraico, somente o texto hebraico reteve este nome de máxima importância na sua forma original de quatro letras, יהוה (YHWH), cuja pronúncia exata não foi preservada. Os textos atualmente em circulação da Septuaginta grega (LXX), da Pesito siríaca (Sy) e da Vulgata latina (Vg) substituem o nome ímpar de Deus pelo mero título de “Senhor”. — Veja Ap. 1C.

O texto do Códice de Leningrado B 19A, que se encontra na URSS, usado para a Biblia Hebraica Stuttgartensia (BHS), apresenta os sinais vocálicos do Tetragrama para rezar Yehwáh, Yehwíh e várias vezes Yehowáh, como em Gên 3:14. A edição do texto hebraico feita por Ginsburg (Gins.) apresenta os sinais vocálicos em YHWH para rezar Yehowáh. Ao passo que muitos tradutores favorecem a pronúncia “Yahweh” ou “Javé”, a Tradução do Novo Mundo continua a usar a forma “Jeová”, por causa da familiaridade das pessoas com ela já por séculos. — Veja ad sob “Jeová”.

O costume de substituir o nome divino por títulos, que surgiu entre os judeus, foi aplicado a cópias posteriores da Septuaginta grega, à Vulgata latina e a muitas outras traduções, antigas e modernas. Por isso declara A Greek-English Lexicon, de Liddell e Scott (LSJ), p. 1013: “‛ο Κύριος,=hebr.: Yahweh, LXX Ge. 11.5, al.” Também, o Greek Lexicon of the Roman and Byzantine Periods, de E. A. Sophocles, Cambridge, EUA, e Leipzig, 1914, p. 699, diz sob κύριος (Ký·ri·os): “Senhor, representativo de יהוה. Sept. passim [espalhado por toda ela].” Além disso, o Dictionnaire de la Bible, de F. Vigouroux, Paris, 1926, col. 223, diz que “a Septuaginta e a Vulgata contêm Κύριος e Dominus, ‘Senhor’, onde o original contém Jeová”. Sobre o nome divino, A Compendious Syriac Dictionary, editado por J. Payne Smith, Oxford, reimpressão de 1979, p. 298, diz que Mar·ya’, “na versão Pesito [siríaca] do A. T., representa o Tetragrama”.

William Tyndale traduziu os primeiros cinco livros da Bíblia em 1530, nos quais o nome Jeová apareceu pela primeira vez em inglês. Ele escreveu “Iehouah” (em Gên 15:2; Êx 6:3; 15:3; 17:16; 23:17; 33:19; 34:23) e “Iehoua” (em De 3:24). Tyndale escreveu numa nota desta edição: “Iehovah é o nome de Deus . . . Ademais, cada vez que encontrardes SENHOR com letras maiúsculas (a menos que haja algum erro na impressão) é em hebraico Iehovah.” Disso surgiu entre tradutores a prática de usar o nome de Jeová apenas em uns poucos lugares, mas escrever “SENHOR” ou “DEUS” na maioria dos lugares onde em hebraico ocorre o Tetragrama. Esta prática foi adotada pelos tradutores da Versão Rei Jaime (em inglês) em 1611, na qual o nome Jeová ocorre apenas quatro vezes, a saber, em Êx 6:3; Sal 83:18; Is 12:2; 26:4.

Além disso, Theological Wordbook of the Old Testament, Vol. 1, Chicago (1980), p. 13, diz: “Para evitar o risco de tomar o nome de Deus (YHWH) em vão, judeus devotos começaram a substituir o nome próprio pela palavra ’ădōnā(y). Embora os massoretas deixassem as quatro consoantes originais no texto, acrescentaram as vogais ē (em lugar de ă, por outros motivos) e ā para lembrar ao leitor de pronunciar ’ădōnā(y), sem consideração das consoantes. Esta particularidade ocorre mais de seis mil vezes na Bíblia hebraica. A maioria das traduções usam letras maiúsculas para constituir o título ‘SENHOR’. Exceções a isso são a ASV [American Standard Version (Versão Normal Americana)] e a Tradução do Novo Mundo, que usam ‘Jeová’, a [Bíblia] Amplified, que usa ‘Senhor’, e a BJ [A Bíblia de Jerusalém], que usa ‘Iahweh’. . . . Nos lugares onde ocorre ’ădōnā(y) yhwh, esta última palavra está marcada com os sinais das vogais de ’ēlōhim, e surgiram versões inglesas tais como ‘Senhor DEUS’ (ex. Amós 7:1).”

O NOME DIVINO NAS ESCRITURAS HEBRAICAS (NM)

A própria freqüência do aparecimento do nome atesta a sua importância para o autor da Bíblia, a quem pertence este nome. O Tetragrama ocorre 6.828 vezes no texto hebraico (BHK e BHS). Isto está confirmado pelo Theologisches Handwörterbuch zum Alten Testament, Vol. I, editado por E. Jenni e C. Westermann, 3.a ed., Munique e Zurique, 1978, col. 703, 704. A Tradução do Novo Mundo verte o Tetragrama por “Jeová” em todas as ocorrências, exceto em Jz 19:18, cuja n. veja.

Baseados nos textos da LXX, restabelecemos o Tetragrama em três lugares e o vertemos por “Jeová”, a saber, em De 30:16; 2Sa 15:20 e 2Cr 3:1, onde as notas na BHK dão יהוה.

Segundo as notas da BHK e da BHS, em Is 34:16 e Za 6:8 deve-se ler o nome divino em vez do pronome possessivo da primeira pessoa singular “minha” ou “meu”. Restabelecemos o nome divino nestes dois lugares e o vertemos por “Jeová”.

Para uma explicação dos 141 restabelecimentos adicionais do nome divino veja o Ap. 1B.

O nome “Jeová” ocorre 6.973 vezes no texto das Escrituras Hebraicas da Tradução do Novo Mundo, inclusive em três nomes compostos (Gên 22:14; Êx 17:15; Jz 6:24) e em seis ocorrências nos cabeçalhos dos Salmos (7 cab; 18 cab [3 vezes]; 36 cab; 102 cab). Estas nove ocorrências estão incluídas nas 6.828 vezes na BHK e na BHS.

“Jeová” nas E.H. da NM

      6.827      YHWH vertido por “Jeová”

        146      Restabelecimentos adicionais

Total 6.973      “Jeová” em Gên-Mal

A FORMA ABREVIADA DO NOME DIVINO

Para um exame das 237 ocorrências de “Jeová” na Tradução do Novo Mundo das Escrituras Gregas Cristãs, veja o Ap. 1D.