O Conceito da Bíblia

Por que os seguidores de Jesus são odiados?

“Então vos entregarão a tribulação e vos matarão, e sereis pessoas odiadas por todas as nações, por causa do meu nome.” — MATEUS 24:9.

JESUS disse essas palavras poucos dias antes de sofrer uma morte brutal. Na noite anterior à sua morte, ele disse a seus apóstolos fiéis: “Se me perseguiram a mim, perseguirão também a vós.” (João 15:20, 21) Mas por que as pessoas odiariam aqueles que obedecem a Jesus e tentam ser como ele? Afinal, ele fazia o máximo para ajudar os outros, consolando os pobres e dando esperança aos oprimidos.

A Bíblia revela os motivos desse ódio. Quando analisamos esses motivos, entendemos por que as pessoas que seguem a Cristo hoje enfrentam muitas coisas parecidas com as que ele sofreu.

Inimigos podem agir em ignorância

Jesus disse a seus seguidores: “Vem a hora em que todo aquele que vos matar imaginará que tem prestado um serviço sagrado a Deus. Mas, farão estas coisas porque não vieram a conhecer nem o Pai nem a mim.” (João 16:2, 3) É verdade que muitos perseguidores alegavam servir ao mesmo Deus a quem Jesus servia, mas eles eram influenciados por tradições e crenças religiosas falsas. Eles até tinham “zelo de Deus, mas não segundo o conhecimento exato”. (Romanos 10:2) Um desses perseguidores foi Saulo de Tarso, também conhecido como Paulo, que depois se tornou um apóstolo cristão.

Saulo fazia parte de um grupo conhecido como fariseus, uma seita judaica influente que tinha bastante poder político e se opunha ao cristianismo. Saulo admitiu mais tarde que havia sido “blasfemador, e perseguidor, e homem insolente”. Ele também disse: “Eu era ignorante e agi com falta de fé.” (1 Timóteo 1:12, 13) No entanto, assim que aprendeu a verdade sobre Deus e Seu Filho, ele imediatamente mudou o modo de pensar e agir.

Hoje em dia, isso acontece com muitas pessoas que eram opositoras. Algumas delas, como Saulo, chegam até a ser perseguidas depois. Mas, em vez de pagar o mal com o mal, elas seguem a ordem de Jesus: “Continuai a amar os vossos inimigos e a orar pelos que vos perseguem.” (Mateus 5:44) As Testemunhas de Jeová se esforçam para colocar isso em prática na esperança de que pelo menos alguns opositores mudem de atitude, assim como Saulo.

Alguns opositores são invejosos

Muitas pessoas que se opunham a Jesus faziam isso por inveja. Por exemplo, o governador romano Pôncio Pilatos ‘se apercebia de que os principais sacerdotes, por inveja, tinham entregado’ Jesus para ser executado. (Marcos 15:9, 10) Por que eles sentiam inveja? Um motivo era a popularidade de Jesus entre as pessoas do povo, que eram desprezadas por aqueles líderes. “O mundo foi atrás dele”, reclamaram os fariseus. (João 12:19) De modo similar, mais tarde, quando algumas pessoas foram receptivas à pregação dos seguidores de Cristo, opositores religiosos ficaram de novo “cheios de ciúme” e perseguiram os evangelizadores cristãos. — Atos 13:45, 50.

Outros inimigos ficavam incomodados com a boa conduta dos servos de Deus. O apóstolo Pedro disse a outros cristãos: “[Os maus] estranham que vocês não participem mais com eles dessa vida louca e imoral, e também falam mal de vocês.” (1 Pedro 4:4, Bíblia Fácil de Ler) Essa atitude negativa também acontece hoje. É claro que os cristãos verdadeiros, ao passo que evitam uma conduta errada, não dão a impressão de que se acham melhores ou superiores aos outros. Isso seria contrário aos princípios do cristianismo, pois todos os humanos são pecadores e precisam da misericórdia de Deus. — Romanos 3:23.

Odiados por ‘não fazerem parte do mundo’

“Não estejais amando nem o mundo, nem as coisas no mundo”, diz a Bíblia. (1 João 2:15) A que mundo o apóstolo João estava se referindo? Ao mundo da humanidade separada de Deus, que está sujeita a Satanás. Ele é o “deus deste mundo”. — 2 Coríntios 4:4, BFL; 1 João 5:19.

Infelizmente, algumas pessoas que amam o mundo e suas práticas más se opõem aos que tentam viver segundo os ensinamentos da Bíblia. Por isso, Jesus disse a seus apóstolos: “Se vós fizésseis parte do mundo, o mundo estaria afeiçoado ao que é seu. Agora, porque não fazeis parte do mundo, mas eu vos escolhi do mundo, por esta razão o mundo vos odeia.” — João 15:19.

É muito triste saber que as pessoas odeiam os servos de Jeová porque eles não fazem parte de um mundo cheio de corrupção, injustiça e violência e que é governado por Satanás. Muitas pessoas sinceras querem melhorar o mundo, mas o governante invisível dele é mais forte do que elas. Apenas Jeová Deus pode dar um fim a Satanás — e fará isso por destruí-lo completamente, como que no fogo. — Revelação (Apocalipse) 20:10, 14.

Essa perspectiva maravilhosa é um aspecto vital das valiosas “boas novas do reino”, que são proclamadas pelas Testemunhas de Jeová no mundo inteiro. (Mateus 24:14) Elas estão convictas de que apenas esse Reino, o governo de Deus às mãos de Cristo, trará paz e felicidade eternas para a Terra. (Mateus 6:9, 10) Por isso, elas continuarão a proclamar o Reino de Deus, tendo em mente que a aprovação divina é muito mais importante que a dos homens.

SE PERGUNTOU?

● Por que Saulo de Tarso se opunha aos seguidores de Cristo? — 1 Timóteo 1:12, 13.

● Que atitude má motivava alguns inimigos de Jesus? — Marcos 15:9, 10.

● Que conceito os cristãos verdadeiros têm do mundo? — 1 João 2:15.

[Foto na página 21]

Em 1945, as Testemunhas de Jeová foram alvo de multidões violentas em Quebec, Canadá, por pregar as boas novas do Reino de Deus

[Crédito]

Cortesia de Canada Wide