CAPÍTULO UM

Qual é a verdade sobre Deus?

Será que Deus realmente se importa com você?

Como ele é? Ele tem nome?

É possível achegar-se a Deus?

Uma garotinha olhando para cima e fazendo uma pergunta

JÁ OBSERVOU como as crianças gostam de fazer perguntas? Muitas começam a fazer perguntas assim que aprendem a falar. Com olhos bem abertos e aguardando uma resposta, elas olham para você e perguntam coisas como: por que o céu é azul? De que são feitas as estrelas? Quem ensinou os passarinhos a cantar? Você talvez se esforce em responder, mas isso nem sempre é fácil. Por melhor que seja a sua resposta, ela talvez resulte numa outra pergunta: por quê?

2 Mas não são só as crianças que fazem perguntas. À medida que crescemos, continuamos a fazer perguntas. Fazemos isso para achar o nosso rumo na vida, para saber os perigos que temos de evitar ou para satisfazer a nossa curiosidade. Mas parece que muitos desistem de fazer perguntas, em especial as mais importantes. Ou pelo menos desistem de procurar as respostas.

3 Veja a pergunta na capa deste livro ou as perguntas no prefácio ou aquelas no início deste capítulo. São algumas das perguntas mais importantes que existem. Mas muitas pessoas desistiram de procurar as respostas. Por quê? Será que a Bíblia tem as respostas? Alguns acham que as respostas da Bíblia são muito difíceis de entender. Outros têm receio de que fazer perguntas possa causar vergonha ou embaraço. E alguns decidem que é melhor deixar que os líderes e instrutores religiosos respondam a essas perguntas. E você?

4 É bem provável que você deseje obter respostas às grandes perguntas da vida. Sem dúvida, às vezes se pergunta: ‘Qual é o objetivo da vida? É esta vida tudo o que existe? Como é Deus, realmente?’ É bom fazer perguntas assim, e é importante não desistir até encontrar respostas satisfatórias e confiáveis. O famoso instrutor Jesus Cristo disse: “Persisti em pedir, e dar-se-vos-á; persisti em buscar, e achareis; persisti em bater, e abrir-se-vos-á.” — Mateus 7:7.

5 Se você ‘persistir’ em buscar respostas às perguntas importantes, verá que essa busca pode ser muito recompensadora. (Provérbios 2:1-5) Independentemente do que outros talvez lhe tenham dito, as respostas existem, e você poderá encontrá-las — na Bíblia. As respostas não são muito difíceis. Melhor ainda, elas dão esperança e alegria. E podem ajudá-lo a ter uma vida satisfatória já agora. Para começar, vejamos uma pergunta que tem intrigado muitas pessoas.

SERÁ QUE DEUS É INDIFERENTE E INSENSÍVEL?

6 Muitos acham que a resposta a essa pergunta é Sim. ‘Se Deus se importasse’, pensam eles, ‘será que este mundo não seria um lugar bem diferente?’ Vemos ao nosso redor um mundo cheio de guerras, ódio e sofrimento. E todos nós estamos sujeitos a adoecer, sofrer e perder pessoas amadas. Assim, muitos perguntam: ‘Se Deus se importasse conosco e com os nossos problemas, não impediria que tais coisas acontecessem?’

7 Pior ainda, instrutores religiosos às vezes levam as pessoas a pensar que Deus é insensível. Como assim? Em casos de tragédia, por exemplo, eles dizem que essa é a vontade de Deus. Na realidade, esses instrutores culpam a Deus pelas coisas ruins que acontecem. É essa a verdade a respeito de Deus? O que a Bíblia realmente ensina? Tiago 1:13 responde: “Quando posto à prova, ninguém diga: ‘Estou sendo provado por Deus.’ Pois, por coisas más, Deus não pode ser provado, nem prova ele a alguém.” Portanto, Deus jamais é o causador da perversidade que vemos no mundo ao nosso redor. (Jó 34:10-12) Ele permite que certas coisas ruins aconteçam, é verdade. Mas existe uma enorme diferença entre permitir que algo aconteça e causar isso.

8 Por exemplo, pense no caso de um pai sábio e amoroso que tenha um filho adulto que ainda mora com os pais. Se esse filho se torna rebelde e decide sair de casa, o pai não o impede de fazer isso. Se ele escolhe um mau caminho na vida e se mete em dificuldades, será que o pai é o causador dos problemas do filho? Não. (Lucas 15:11-13) Da mesma forma, Deus não impediu os humanos de seguirem o mau caminho que escolheram, mas ele não é o causador dos problemas que resultaram disso. Certamente, pois, seria injusto culpar a Deus por todos os problemas da humanidade.

9 Deus tinha bons motivos para permitir que a humanidade seguisse um mau caminho. Como Criador sábio e poderoso, ele não é obrigado a nos explicar os motivos. Por amor, no entanto, Deus faz isso. Você saberá mais sobre esses motivos no Capítulo 11 deste livro. Mas esteja certo de que Deus não é responsável pelos problemas que enfrentamos. Ao contrário, ele nos dá a única esperança de uma solução! — Isaías 33:2.

10 Além do mais, Deus é santo. (Isaías 6:3) Isso significa que ele é puro e limpo. Não há vestígio de maldade nele. Portanto, podemos confiar nele plenamente. Não se pode dizer o mesmo a respeito dos seres humanos, que em muitos casos se tornam corruptos. Até mesmo a mais honesta autoridade humana, em geral, não tem o poder de corrigir o mal causado por pessoas ruins. Mas Deus é todo-poderoso. Ele pode, e vai, desfazer todos os males que a perversidade tem causado às pessoas. Quando Deus agir, ele fará isso de um modo que acabará para sempre com toda a maldade! — Salmo 37:9-11.

COMO DEUS ENCARA AS INJUSTIÇAS QUE SOFREMOS?

11 Enquanto isso, como Deus encara o que acontece no mundo e na nossa vida? Bem, a Bíblia ensina que Deus “ama a justiça”. (Salmo 37:28) Assim, ele não é indiferente quanto ao que é certo e o que é errado. Ele odeia todo tipo de injustiça. A Bíblia diz que Deus “sentiu-se magoado no coração” quando, numa certa época do passado, a maldade tomou conta do mundo. (Gênesis 6:5, 6) Deus não mudou. (Malaquias 3:6) Ele ainda odeia ver o sofrimento que há no mundo inteiro. Odeia também ver as pessoas sofrer. ‘Ele tem cuidado de nós’, diz a Bíblia. — 1 Pedro 5:7.

Criações de Deus: montanhas, lago, peixes, pássaros e árvores
A Bíblia ensina que Jeová é o amoroso Criador do Universo

12 Como podemos ter certeza de que Deus odeia ver o sofrimento? Veja mais uma prova. A Bíblia ensina que o homem foi feito à imagem de Deus. (Gênesis 1:26) De modo que nós temos boas qualidades porque Deus as tem. Por exemplo, você se aflige com o sofrimento de pessoas inocentes? Se você se importa com essas injustiças, esteja certo de que Deus se importa muito mais.

13 Uma das melhores coisas a respeito dos seres humanos é a capacidade de amar. Isso é também um reflexo de Deus. A Bíblia ensina que “Deus é amor”. (1 João 4:8) Nós amamos porque Deus ama. Será que o amor moveria você a acabar com o sofrimento e as injustiças no mundo? Se tivesse o poder para fazer isso, você o faria? Certamente que sim! Você pode ter certeza de que Deus da mesma forma acabará com o sofrimento e as injustiças. As promessas mencionadas no prefácio deste livro não são meros sonhos ou esperanças vazias. As promessas de Deus se cumprirão com certeza! Mas, para ter fé nessas promessas, você precisa saber mais a respeito do Deus que fez tais promessas.

DEUS DESEJA QUE VOCÊ O CONHEÇA

Duas mulheres se cumprimentando
Se deseja que alguém o conheça, você não lhe diz qual é o seu nome? Deus nos revela seu nome na Bíblia

14 O que você faria se desejasse que alguém o conhecesse? Não lhe diria seu nome? Será que Deus tem nome? Muitas religiões dizem que seu nome é “Deus” ou “Senhor”, mas esses não são nomes. São títulos, assim como “rei” e “presidente” são títulos. A Bíblia ensina que Deus tem muitos títulos. “Deus” e “Senhor” são apenas dois deles. No entanto, a Bíblia ensina também que Deus tem um nome: Jeová. O Salmo 83:18 diz: “Tu, cujo nome é Jeová, somente tu és o Altíssimo sobre toda a terra.” Se na sua Bíblia não aparece esse nome, talvez queira consultar o Apêndice nas páginas 195-197 deste livro, para saber a razão disso. A verdade é que o nome de Deus aparece milhares de vezes nos manuscritos bíblicos antigos. Portanto, Jeová deseja que você saiba qual é o nome dele e que o use. Em certo sentido, Deus usa a Bíblia para se apresentar a você.

15 Deus deu a si mesmo um nome cheio de significado. Seu nome, Jeová, significa que ele pode cumprir qualquer promessa que fizer e realizar qualquer propósito que tenha em mente.* O nome de Deus é sem igual, exclusivo. Pertence apenas a ele. De muitas maneiras, Jeová é sem igual. Como assim?

16 Vimos que o Salmo 83:18 diz a respeito de Jeová: “Somente tu és o Altíssimo.” De modo similar, só Jeová é chamado de “Todo-Poderoso”. Revelação (Apocalipse) 15:3 diz: “Grandes e maravilhosas são as tuas obras, Jeová Deus, o Todo-Poderoso. Justos e verdadeiros são os teus caminhos, Rei da eternidade.” O título “Todo-Poderoso” nos ensina que Jeová é o ser mais poderoso que existe. Seu poder é inigualável; é supremo. E o título “Rei da eternidade” nos faz lembrar que Jeová é sem igual em ainda outro sentido. Ele é o único que sempre existiu. O Salmo 90:2 diz: “De tempo indefinido a tempo indefinido [ou para sempre], tu és Deus.” Essa ideia é realmente espantosa, não acha?

17 Jeová é também sem igual no sentido de que só ele é o Criador. Revelação 4:11 declara: “Digno és, Jeová, sim, nosso Deus, de receber a glória, e a honra, e o poder, porque criaste todas as coisas e porque elas existiram e foram criadas por tua vontade.” Tudo o que você possa imaginar — as invisíveis criaturas espirituais no céu, as estrelas que brilham no firmamento, as frutas que crescem nas árvores, os peixes que nadam nos oceanos e nos rios —, tudo, enfim, existe porque Jeová é o Criador!

É POSSÍVEL ACHEGAR-SE A JEOVÁ?

18 Ler a respeito das espantosas qualidades de Jeová faz com que alguns se sintam um tanto apreensivos. Temem que Deus seja elevado demais para eles, que jamais poderiam se achegar a ele ou até mesmo ser notados por um Deus tão grandioso. Mas é correta essa ideia? A Bíblia ensina justamente o contrário. Ela diz a respeito de Jeová: ‘Ele não está longe de cada um de nós.’ (Atos 17:27) Ela até mesmo nos aconselha: “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós.” — Tiago 4:8.

19 Como você pode se achegar a Deus? Em primeiro lugar, continue a fazer o que está fazendo agora — aprendendo a respeito de Deus. Jesus disse: “Isto significa vida eterna, que absorvam conhecimento de ti, o único Deus verdadeiro, e daquele que enviaste, Jesus Cristo.” (João 17:3) Realmente, a Bíblia ensina que aprender a respeito de Jeová e de Jesus conduz à “vida eterna”! Conforme já mencionado, “Deus é amor”. (1 João 4:16) Além disso, Jeová tem muitas outras qualidades belas e atraentes. Por exemplo, a Bíblia diz que Jeová é um “Deus misericordioso e clemente, vagaroso em irar-se e abundante em benevolência e em verdade”. (Êxodo 34:6) Ele é ‘bom e pronto a perdoar’. (Salmo 86:5) Deus é paciente. (2 Pedro 3:9) É leal. (Revelação 15:4) À medida que você for lendo a Bíblia, verá como Jeová tem demonstrado ter essas e muitas outras qualidades atraentes.

20 É verdade que não podemos ver a Deus, pois ele é um espírito invisível. (João 1:18; 4:24; 1 Timóteo 1:17) Por aprender a respeito dele por meio das páginas da Bíblia, porém, você poderá conhecê-lo como pessoa. Como disse o salmista, poderá “contemplar a afabilidade de Jeová”. (Salmo 27:4; Romanos 1:20) Quanto mais aprender sobre ele, tanto mais real se tornará para você, e mais razões terá para amá-lo e sentir-se achegado a ele.

Um pai amoroso com seu filho nos ombros olhando para a criação
O amor que um bom pai tem pelos filhos reflete o amor ainda maior que o nosso Pai celestial tem por nós

21 Você entenderá por que a Bíblia nos ensina a encarar Jeová como Pai. (Mateus 6:9) Ele tanto nos deu a vida como deseja que tenhamos a melhor vida possível — o que qualquer pai amoroso desejaria para seus filhos. (Salmo 36:9) A Bíblia ensina também que os humanos podem se tornar amigos de Jeová. (Tiago 2:23) Imagine — tornar-se amigo do Criador do Universo!

22 À medida que você aprender mais sobre a Bíblia, talvez descubra que algumas pessoas bem-intencionadas o pressionarão a parar de estudá-la. Talvez temam que você mude suas crenças. Mas não permita que ninguém o impeça de cultivar a melhor amizade que se pode ter.

23 Naturalmente, haverá coisas que, de início, você não vai entender muito bem. Pode ser um pouco embaraçoso pedir ajuda, mas não permita que o constrangimento o impeça de fazer isso. Jesus disse que é bom ser humilde, como uma criança. (Mateus 18:2-4) E as crianças, como sabemos, fazem muitas perguntas. Deus deseja que você encontre as respostas. A Bíblia elogia certo grupo de pessoas que estavam ansiosas para aprender sobre Deus. Elas examinavam as Escrituras a fim de terem certeza de que aquilo que aprendiam era a verdade. — Atos 17:11.

24 O melhor modo de aprender sobre Jeová é por examinar a Bíblia. Ela é diferente de qualquer outro livro. Em que sentido? O próximo capítulo considerará esse assunto.

[Nota(s) de rodapé]

Mais informações sobre o significado e a pronúncia do nome de Deus se encontram no Apêndice nas páginas 195-197.

O QUE A BÍBLIA ENSINA

▪ Deus se importa com você. — 1 Pedro 5:7.

▪ O nome de Deus é Jeová. — Salmo 83:18.

▪ Jeová convida você a achegar-se a ele. — Tiago 4:8.

▪ Jeová é amoroso, bondoso e misericordioso. — Êxodo 34:6; 1 João 4:8, 16.

[Perguntas de Estudo]

1, 2. Por que muitas vezes é bom fazer perguntas?

 3. Por que muitos desistem de procurar respostas a perguntas de grande importância?

4, 5. Quais são algumas das perguntas mais importantes na vida, e por que devemos buscar as respostas?

 6. Por que muitos acham que Deus não se importa com o sofrimento humano?

 7. (a) De que modo alguns instrutores religiosos levam muitos a crer que Deus é insensível? (b) O que a Bíblia realmente ensina a respeito dos sofrimentos que talvez tenhamos de suportar?

8, 9. (a) Como se pode ilustrar a diferença entre permitir a perversidade e causá-la? (b) Por que seria injusto condenarmos a decisão de Deus de permitir que a humanidade seguisse o mau caminho?

10. Por que podemos confiar que Deus vai desfazer todos os males causados pela perversidade?

11. (a) Como Deus encara a injustiça? (b) Como Deus se sente a respeito de nosso sofrimento?

12, 13. (a) Por que temos boas qualidades, como o amor, e de que forma o amor influi no modo como encaramos o que acontece no mundo? (b) Por que se pode ter certeza de que Deus realmente vai agir para solucionar os problemas do mundo?

14. Qual é o nome de Deus, e por que devemos usá-lo?

15. O que significa o nome Jeová?

16, 17. O que os seguintes títulos nos ensinam a respeito de Jeová: (a) “Todo-Poderoso”? (b) “Rei da eternidade”? (c) “Criador”?

18. Por que alguns acham que jamais poderiam se achegar a Deus, mas o que a Bíblia ensina sobre isso?

19. (a) Como podemos começar a nos achegar a Deus, e com que benefícios? (b) Quais as qualidades de Deus que você acha mais atraentes?

20-22. (a) Será que o fato de não podermos ver a Deus nos impede de nos achegar a ele? Explique. (b) O que talvez algumas pessoas bem-intencionadas o pressionem a fazer, mas o que você deve fazer?

23, 24. (a) Por que é bom que você continue a fazer perguntas a respeito do que aprende? (b) Qual é o assunto do próximo capítulo?

[Fotos nas páginas 12, 13]

A Bíblia ensina que Jeová é o amoroso Criador do Universo

[Foto na página 12]

Se deseja que alguém o conheça, você não lhe diz qual é o seu nome? Deus nos revela seu nome na Bíblia

[Foto na página 14]

O amor que um bom pai tem pelos filhos reflete o amor ainda maior que o nosso Pai celestial tem por nós