A Palavra de Jeová É Viva

Destaques das cartas aos coríntios

O APÓSTOLO Paulo estava muito preocupado com o bem-estar espiritual da congregação em Corinto. Ele soube que havia desavenças entre os irmãos ali. Tolerava-se a imoralidade. Além disso, a congregação havia escrito a Paulo, perguntando sobre certos assuntos. Assim, por volta de 55 EC, quando estava em Éfeso durante sua terceira viagem missionária, Paulo escreveu a primeira de suas duas cartas aos coríntios.

A segunda carta, pelo visto escrita poucos meses depois da primeira, é uma carta complementar. As condições que existiam tanto dentro como fora da congregação na Corinto do primeiro século são em muitos sentidos similares às que existem hoje. Assim, as cartas de Paulo aos coríntios são muito valiosas para nós. — Heb. 4:12.

‘FICAI DESPERTOS, MANTENDE-VOS FIRMES, TORNAI-VOS PODEROSOS’

“Que todos faleis de acordo”, exortou Paulo. (1 Cor. 1:10) Não há ‘nenhum outro alicerce senão Jesus Cristo’ sobre o qual são construídas as qualidades cristãs. (1 Cor. 3:11-13) A respeito de um fornicador na congregação, Paulo disse: “Removei o homem iníquo de entre vós.” (1 Cor. 5:13) “O corpo não é para fornicação”, disse ele, “mas para o Senhor”. — 1 Cor. 6:13.

Em resposta ‘às coisas sobre as quais eles escreveram’, Paulo deu bons conselhos sobre o casamento e o estado de solteiro. (1 Cor. 7:1) Depois de comentar a respeito da chefia cristã, da necessidade de as reuniões cristãs serem ordeiras e da certeza da ressurreição, ele exortou: “Ficai despertos, mantende-vos firmes na fé, procedei como homens, tornai-vos poderosos.” — 1 Cor. 16:13.

Perguntas bíblicas respondidas:

1:21  Será que Jeová realmente usa a “tolice” para salvar os que crêem? Não. Contudo, visto que “o mundo, pela sua sabedoria, não chegou a conhecer a Deus”, o que Ele usa para salvar as pessoas parece tolice para o mundo. — João 17:25.

5:5  O que significa ‘entregar o homem mau a Satanás, para a destruição da carne, a fim de que o espírito seja salvo’? Quando um praticante de pecado crasso não se arrepende, ele é desassociado da congregação, voltando a fazer parte do perverso mundo de Satanás. (1 João 5:19) É nesse sentido que se diz que ele foi entregue a Satanás. A expulsão resulta na eliminação, ou remoção, da influência corrompedora que a pessoa exerce na congregação e na preservação do espírito, ou atitude dominante, da congregação. — 2 Tim. 4:22.

7:33, 34  O que são as “coisas do mundo” pelas quais um homem e uma mulher casados estão ansiosos? Paulo se referia aos assuntos seculares da vida, aos quais os cristãos casados precisam dar atenção. Esses incluem comida, roupa e moradia, mas excluem as coisas más deste mundo, que os cristãos evitam. — 1 João 2:15-17.

11:26  Quantas “vezes” deve ser comemorada a morte de Jesus, e “até” quando? Paulo não estava dizendo que a morte de Jesus seria comemorada muitas vezes. A palavra grega para “todas as vezes” significa “sempre que” ou “toda ocasião que”. Assim, Paulo queria dizer que todas as vezes que os cristãos ungidos tomassem dos emblemas da Comemoração, uma vez por ano, em 14 de nisã, eles estariam “proclamando a morte do Senhor”. Eles fazem isso “até que ele chegue”, isto é, até que os receba no céu por meio da ressurreição. — 1 Tes. 4:14-17.

13:13  Em que sentido o amor é maior do que a e a esperança? Quando as “coisas esperadas” se tornam realidade e a “expectativa certa” a respeito delas se cumpre, certos aspectos da fé e da esperança acabam. (Heb. 11:1) O amor é maior do que a fé e a esperança no sentido de que o amor permanece para sempre.

15:29  O que significa ser “batizados com o objetivo de serem mortos”? Paulo não estava sugerindo que pessoas vivas fossem batizadas em favor daqueles que morreram sem terem sido batizados. Ele se refere aqui ao fato de os cristãos ungidos por espírito mergulharem num modo de vida em que mantêm sua integridade até a morte e subseqüente ressurreição para a vida espiritual.

Lições para nós:

1:26-31; 3:3-9; 4:7. Jactar-se humildemente em Jeová, não em nós mesmos, promove a união na congregação.

2:3-5. Ao dar testemunho em Corinto, um centro de filosofia e erudição gregas, Paulo talvez se tenha perguntado se seria capaz de convencer seus ouvintes. Mas ele não permitiu que qualquer fraqueza ou temor que talvez tivesse interferisse na execução de seu ministério que lhe fora confiado por Deus. De modo similar, não devemos permitir que circunstâncias incomuns nos refreiem de declarar as boas novas do Reino de Deus. Podemos com confiança buscar a ajuda de Jeová, como fez Paulo.

2:16. Ter “a mente de Cristo” significa conhecer sua maneira de encarar as coisas, pensar assim como ele pensa, compreender a plenitude de sua personalidade e imitar seu exemplo. (1 Ped. 2:21; 4:1) Como é importante estudar com muita atenção a vida e o ministério de Jesus!

3:10-15; 4:17. Devemos analisar e melhorar nossa habilidade de ensinar e fazer discípulos. (Mat. 28:19, 20) Se não ensinarmos bem, pode ser que nosso estudante não sobreviva às provas de fé, levando-nos a talvez sofrer uma perda tão dolorosa que a nossa salvação venha a ser “como por intermédio de fogo”.

6:18. ‘Fugir da fornicação’ significa não apenas evitar atos de porneía, mas também pornografia, impureza moral, fantasias sexuais imorais, flerte — qualquer coisa que possa levar à fornicação. — Mat. 5:28; Tia. 3:17.

7:29. Os casados precisam evitar ficar tão absorvidos em seu relacionamento a ponto de colocar os interesses do Reino em segundo lugar na sua vida.

10:8-11. Jeová sentiu-se muito ofendido quando Israel murmurou contra Moisés e Arão. É sábio não criarmos o hábito de murmurar.

16:2. As nossas doações financeiras para promover os interesses do Reino serão constantes se forem planejadas e feitas sistematicamente.

‘CONTINUEM A SER REAJUSTADOS’

Paulo disse aos coríntios que deviam ‘perdoar bondosamente e consolar’ certo transgressor arrependido que havia sido repreendido. Embora sua primeira carta os tivesse entristecido, Paulo expressou alegria porque eles foram “entristecidos até o arrependimento”. — 2 Cor. 2:6, 7; 7:8, 9.

‘Uma vez que eles eram abundantes em tudo’, Paulo incentivou os coríntios a ‘abundar em dádivas’. Depois de responder a opositores, ele deu este último conselho a todos: “Continuai a alegrar-vos, a ser reajustados, a ser consolados, a pensar em acordo, a viver pacificamente.” — 2 Cor. 8:7; 13:11.

Perguntas bíblicas respondidas:

2:15, 16  Em que sentido somos “cheiro fragrante de Cristo”? Isso se dá porque aderimos à Bíblia e participamos em divulgar sua mensagem. Embora esse “cheiro fragrante” possa ser repulsivo para indivíduos injustos, é uma suave fragrância para Jeová e para pessoas sinceras.

5:16  Como se que os cristãos ungidos ‘não conhecem mais a nenhum homem segundo a carne’? Eles não encaram as pessoas de modo carnal, isto é, mostrando favoritismo à base de riqueza, raça, origem étnica ou nacionalidade. O importante para eles é sua relação espiritual com os companheiros de crença.

11:1, 16; 12:11  Será que Paulo estava sendo desarrazoado com os coríntios? Não. Mas alguns talvez o achassem jactancioso e desarrazoado por causa do que ele foi obrigado a dizer em defesa de seu apostolado.

12:1-4  Quem “foi arrebatado para o paraíso”? Visto que a Bíblia não fala de nenhuma outra pessoa como tendo recebido essa visão, e que essas palavras foram ditas depois da defesa que Paulo fez de seu apostolado, é provável que ele estivesse relatando sua própria experiência. O que o apóstolo observou na visão provavelmente foi o paraíso espiritual que a congregação cristã desfruta no “tempo do fim”. — Dan. 12:4.

Lições para nós:

3:5. Em princípio, esse versículo diz que Jeová adequadamente qualifica cristãos para o ministério por meio de sua Palavra, de seu espírito santo e da parte terrestre de sua organização. (João 16:7; 2 Tim. 3:16, 17) Faremos bem em estudar a Bíblia e as publicações bíblicas com diligência, persistir em pedir o espírito santo em oração e freqüentar as reuniões cristãs e participar nelas. — Sal. 1:1-3; Luc. 11:10-13; Heb. 10:24, 25.

4:16. Visto que Jeová renova ‘de dia em dia o homem que somos por dentro’, devemos aproveitar regularmente Suas provisões, não deixando passar um dia sem considerar assuntos espirituais.

4:17, 18. Lembrar-se de que a ‘tribulação é momentânea e leve’ pode nos ajudar a permanecer fiéis a Jeová durante períodos de aflição.

5:1-5. Com quanta beleza Paulo expressa os sentimentos que os cristãos ungidos têm para com a esperança de vida celestial!

10:13. Como regra geral, a menos que tenha sido feito um arranjo específico para ajudarmos onde a necessidade é maior, devemos trabalhar apenas no território designado à nossa congregação.

13:5. Para ‘examinar se estamos na fé’, temos de examinar nossa conduta à luz do que aprendemos da Bíblia. A fim de ‘provar o que nós mesmos somos’ é preciso avaliar o nível de nossa espiritualidade, incluindo o grau de eficiência de nossas “faculdades perceptivas” e o quanto participamos em obras de fé. (Heb. 5:14; Tia. 1:22-25) Por aplicarmos os bons conselhos de Paulo podemos prosseguir andando no caminho da verdade.

[Foto nas páginas 26, 27]

O que significam as palavras “todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este copo”? — 1 Cor. 11:26